More about Alcides Fonseca
Go Back

BarCampPortugal dia 1

Written by Alcides Fonseca at 1188691371
\"\"
Eu gosto tanto do meu departamento, que hoje fui lá almoçar. Não por não ter um sitio melhor para almoçar, mas ainda tinha coisas de ultima hora para adicionar ao ejaki. Depois, foi-se juntando malta no átrio até fazermos uma sessão de \"informáticos anónimos\" em que cada um se apresentou resumidamente. Foi interessante ouvir algumas pessoas dizer \"Olá, eu sou o ... e não tenho nada a haver com a informática\", o que revela que afinal este tipo de eventos não é só focado em geekzisses, mas em ideias e afins.

\"\"

Depois o Gordito Cabeludo, da WeBreakStuff apresentou o BarCamp: o conceito, de onde veio a ideia de organizarem uma coisa destas, da edição do ano passado e dos patrocinadores muito fixes.



\"\"

Logo de seguida, a primeira apresentação da manhã, pela voz (obviamente nortenha) do Francisco Cabrita sobre como faz para tirar o melhor partido das 19 horas em que está acordado. Falou um pouco do GTDs e coisas do género para melhorar a produtividade, mas focou-se no slide que tem a frente da secretária dele que podem ver na imagem. Cada palavra/expressão representa um sentido que ele tem de seguir e que nos foi explicando. Pessoalmente, concordei com alguns, outros nem tanto. Mas como ele próprio referiu, era uma coisa pessoal e que podia variar de pessoa para pessoa. Fiquei também interessado em começar a medir a minha vida com o nike+ visto depois de ter deixado a minha longa carreira no basquetebol, o desporto e capaz de me fazer falta. Quem sabe umas corridinhas, como o Francisco faz.



\"\"

A seguir foi o HalfBaked.com em que fomos atirando palavras aleatórias com que depois cada grupo de mais ou menos 8 pessoas ia escolher duas, adicionar o ”.com” no final e fazer uma empresa a partir disso. À boa javardice portuguesa, as palavras foram mesmo parvas, o que levou a que as ideias também fossem muito… fora da realidade. Desde Spams vingativos a Peixes com RFIDs comestíveis, houve de tudo. Gostaria aqui de mencionar a única ideia realista apresentável pela equipa do Marcos Marado, e que sinceramente não sei porque é que ainda ninguém fez isto: Uma imobiliária online, baseada no Google Maps. As capacidades de busca desta ferramenta, superam em muito outras que existem por .





Para terminar as apresentações, lá fui eu para o palco falar do ejaki, o projecto em que eu estive a trabalhar nos últimos dois meses, abordando tanto o desenvolvimento do site e da escolha das tecnologias a usar, como do design da aplicação para PDA e dos vários desafios que as interfaces móveis nos colocam. Ficou também uma lista de caminhos que queremos seguir e o desafio para contribuírem com ideias, voluntariando-se para testar ou mesmo para desenvolver.



Finalmente fomos jantar à pála da WaveWeb e depois, por cansaço, vim para casa. Como sempre estes eventos, e sobretudo as refeições são importantes para conhecer mais pessoas a trabalhar na mesma área que nós, trocar ideias, ver o que os outros andam a “tramar” e aprender coisas novas. Infelizmente não consegui resolver o meu problema de por Python a correr em Fast-CGI no Apache em ambiente Windows, pelo que não poderei dar o workshop que tinha pensado. Fica para uma próxima vez.



( Fotos da autoria do Pedro Custódio e do Ricardo Bernardo. Para mais, consultar o Flickr )